Draenei
Aliança
Espíritos Exilados

Muito antes do titã caído, Sargeras, ter libertado a Legião em Azeroth, ele conquistou o mundo de Argus e seus habitantes, os eredar. Acreditando que esta raça mágica seria um componente crucial em sua sombria jornada para desfazer toda a criação, Sargeras contactou os líderes dos eredar - Kil'jaeden, Arquimonde e Velen - e ofereceu-lhes conhecimento e poder em troca de sua lealdade.

História dos Draeneis

Somente Velen se absteve, pois ele havia tido uma visão. Nela, seu povo fora transformado em demônios, membros da Legião Ardente de Sargeras: um exército dotado de inominável maldade. Com a ajuda dos benevolentes naaru, Velen reuniu os eredar e escaparam de Argus. Esses renegados passaram a se chamar Draenei, ou "os Exilados".

Kil'jaeden, enfurecido com a fuga dos draeneis de Argus e sua ingrata recusa à oferta de Sargeras, levou os exércitos da Legião a uma incessante perseguição ao seu antigo povo por todo o cosmos. Mas os draeneis conseguiram despistar seus perseguidores e encontraram refúgio num mundo remoto ao qual deram o nome de Draenor. Lá, os draneis desenvolveram uma extraordinária sociedade, coexistindo pacificamente com os os xamânicos orcsnativos do planeta Draenor.

Por fim, Kil'jaeden encontrou Draenor e corrompeu os nobres orcs, formando um exército unificado sedento de sangue: a Horda. Cega pelo ódio, a Horda massacrou a maioria dos draeneis, forçando os sobreviventes a se esconder. Expostos à energia vil dos bruxos orcs, muitos draeneis foram transformados em criaturas fisicamente deterioradas conhecidas como krokul, os "degradados". Anos mais tarde, o xamã Ner'zhul abriu portais mágicos por toda Draenor, e as energias resultantes disso devastaram o já agonizante mundo.

O que restou de Draenor — agora conhecida como Terralém — tornou-se um campo de batalha entre a Legião Ardente e outras facções que queriam o controle da desolada paisagem. Para fugir do caos, Velen e alguns de seus seguidores se apossaram de uma fortaleza dimensional chamada Exodar. Em busca de novos aliados, os draeneis partiram de Terralém.

No entanto, os elfos sangrentos haviam sabotado os motores de Exodar, fazendo com que os draeneis acabassem caindo no mundo de Azeroth e, por fim, jurassem lealdade à Aliança. Ao lado dos novos aliados, Velen e seus refugiados retornaram a Terralém e derrotaram os demoníacos antagonistas. Então o profeta teve outra visão: uma guerra vindoura entre as forças da luz e as da escuridão. Agora, os draeneis se prepararam para defender Azeroth da sombra que eles acreditam estar se aproximando rapidamente.

Local de início
Ilha Névoa Lazúli

Localizada ao largo da costa do norte de Kalimdor, a Ilha Névoa Lazúli é o lar dos draeneis, os refugiados que fugiram de Terralém a bordo de uma enorme nave dimensional chamada Exodar. Quando os draeneis aterrizaram em Azeroth, poderosos cristais de sua nave se espalharam pela ilha, transformando a flora e fauna que estavam perto dos escombros. Após o malfadado pouso, os draeneis trabalharam intensamente para encontrar os sobreviventes e consertar quaisquer danos causados à ilha devido à sua chegada desastrosa. Os draeneis, desde que levados para a ilha, estabeleceram os destroços de Exodar como sua base de poder. Tendo sofrido uma história longa e árdua de exílio, os draeneis agora decidiram dar suas vidas em defesa da Ilha Névoa Lazúli.

Raciais dos Draeneis
Dádivas dos Naarus
Os draeneis são abençoados com uma habilidade de cura que pode restaurar sua saúde ou a de seus aliados.
Presença Heroica
Confiantes e fortes, os draeneis recebem um pequeno bônus em seus atributos principais.

Resistência às Sombras
Os draeneis possuem uma resistência natural a magias das sombras.
Lapidação
Os talentosos draeneis recebem um bônus para sua habilidade de joalheria.
História dos Draeneis

Somente Velen se absteve, pois ele havia tido uma visão. Nela, seu povo fora transformado em demônios, membros da Legião Ardente de Sargeras: um exército dotado de inominável maldade. Com a ajuda dos benevolentes naaru, Velen reuniu os eredar e escaparam de Argus. Esses renegados passaram a se chamar Draenei, ou "os Exilados".

Kil'jaeden, enfurecido com a fuga dos draeneis de Argus e sua ingrata recusa à oferta de Sargeras, levou os exércitos da Legião a uma incessante perseguição ao seu antigo povo por todo o cosmos. Mas os draeneis conseguiram despistar seus perseguidores e encontraram refúgio num mundo remoto ao qual deram o nome de Draenor. Lá, os draneis desenvolveram uma extraordinária sociedade, coexistindo pacificamente com os os xamânicos orcsnativos do planeta Draenor.

Por fim, Kil'jaeden encontrou Draenor e corrompeu os nobres orcs, formando um exército unificado sedento de sangue: a Horda. Cega pelo ódio, a Horda massacrou a maioria dos draeneis, forçando os sobreviventes a se esconder. Expostos à energia vil dos bruxos orcs, muitos draeneis foram transformados em criaturas fisicamente deterioradas conhecidas como krokul, os "degradados". Anos mais tarde, o xamã Ner'zhul abriu portais mágicos por toda Draenor, e as energias resultantes disso devastaram o já agonizante mundo.

O que restou de Draenor — agora conhecida como Terralém — tornou-se um campo de batalha entre a Legião Ardente e outras facções que queriam o controle da desolada paisagem. Para fugir do caos, Velen e alguns de seus seguidores se apossaram de uma fortaleza dimensional chamada Exodar. Em busca de novos aliados, os draeneis partiram de Terralém.

No entanto, os elfos sangrentos haviam sabotado os motores de Exodar, fazendo com que os draeneis acabassem caindo no mundo de Azeroth e, por fim, jurassem lealdade à Aliança. Ao lado dos novos aliados, Velen e seus refugiados retornaram a Terralém e derrotaram os demoníacos antagonistas. Então o profeta teve outra visão: uma guerra vindoura entre as forças da luz e as da escuridão. Agora, os draeneis se prepararam para defender Azeroth da sombra que eles acreditam estar se aproximando rapidamente.

Local de início
Ilha Névoa Lazúli

Localizada ao largo da costa do norte de Kalimdor, a Ilha Névoa Lazúli é o lar dos draeneis, os refugiados que fugiram de Terralém a bordo de uma enorme nave dimensional chamada Exodar. Quando os draeneis aterrizaram em Azeroth, poderosos cristais de sua nave se espalharam pela ilha, transformando a flora e fauna que estavam perto dos escombros. Após o malfadado pouso, os draeneis trabalharam intensamente para encontrar os sobreviventes e consertar quaisquer danos causados à ilha devido à sua chegada desastrosa. Os draeneis, desde que levados para a ilha, estabeleceram os destroços de Exodar como sua base de poder. Tendo sofrido uma história longa e árdua de exílio, os draeneis agora decidiram dar suas vidas em defesa da Ilha Névoa Lazúli.

Capital
A Exodar

Uma vez estrutura satélite da poderosa Bastilha da Tormenta, a nave dimensional conhecida como Exodar foi usada por um grupo de draeneis para escapar de seu perigoso lar em Terralém. Depois da saída do despedaçado mundo draenei, a Exodar apareceu sobre o norte de Kalimdor, quando uma espetacular explosão rasgou os céus. A nave colidiu nas margens de Ilha Névoa Lazúli, que desde então se tornou o lar dos draeneis. Após a sua aterrissagem dramática, os draeneis têm utilizado os restos da Exodar com grande eficácia, transformando-os em uma base de operações para suas atividades em Azeroth.

Líder
Profeta Velen 

Ao lado de Kil'jaeden e Arquimonde, o sábio profeta Velen governou sobre a raça eredar no mundo de Argus. Ao contrário de seus irmãos, no entanto, Velen foi dotado com a habilidade de prever eventos vindouros. Assim, logo após o cruel titã Sargeras ter abordado os três líderes com ofertas de conhecimento e poder, Velen teve uma visão de que seu povo acabaria por se tornar membro da demoníaca Legião Ardente. Enquanto Kil'jaeden e Arquimonde rapidamente se aliaram a Sargeras, Velen, em vez disso, reuniu outros cautelosos eredar e encontrou refúgio no mundo de Draenor, com a ajuda da enigmática raça naaru.

Há pouco tempo, um número de draeneis se reinstalou em Azeroth na esperança de pôr fim às atividades violentas da Legião em Terralém. Sentindo grande coragem na Aliança, Velen e seus seguidores se aliaram a esta nobre facção. A Aliança fortalecida, então, ajudou os draeneis a recuperarem suas antigas posses da Legião. Mais recentemente, Velen usou o coração de um naaru caído para santificar a infectada Nascente dos elfos sangrentos, transformando a fonte em um manancial de energias sagradas e misteriosas. Embora as forças da Legião em Terralém tenham sido muito reduzidas e a invasão demoníaca de Azeroth tenha sido rechaçada, Velen permanece temeroso de uma futura guerra entre luz e sombra.

Montaria Racial
Elekk

A recente chegada de diferentes raças em Terralém, particularmente os etéreos, resultou em um aumento na caça do nativo elekk de Nagrand e suas presas valiosas. Além disso, estes enormes animais também são valorizados pela sua capacidade de servir como montarias. Quando os draeneis fugiram de Terralém a bordo da Exodar, levaram com eles um grande número de espécies, incluindo elekks domados. Após o desembarque em Azeroth, essas criaturas com presas desempenharam um importante papel, ajudando os draeneis a estabelecerem-se em sua nova e estranha casa. Embora boa parte da vida selvagem nativa de Azeroth tenha servido a outras raças como montarias de confiança, os draeneis ainda preferem o amável e firme elekk acima de tudo.

Saiba mais sobre as outras raças
WoW Classic
Lançamento mundial em:
Já disponível no mundo todo
Dias
Horas
Min
S