World of Warcraft na BlizzCon 2017
por Blizzard Entertainment em November 3rd às 11:00pm

Começou a BlizzCon 2017. Neste fim de semana, estaremos aqui trazendo atualizações com as últimas novidades de World of Warcraft e a cobertura da convenção. Continue lendo para saber mais!

A próxima expansão, World of Warcraft: Battle for Azeroth, foi anunciada! 

World of Warcraft: Battle for Azeroth

Em Battle for Azeroth, a queda da Legião Ardente desencadeou uma série de incidentes desastrosos que reacenderam a rivalidade entre a nobre Aliança e a poderosa Horda. Uma nova era de guerra tem início, os heróis de Azeroth devem partir em uma jornada angustiante em busca de novos aliados, disputar os recursos mais valiosos do mundo para dominar o conflito e lutar em várias frentes para determinar qual lado conduzirá o futuro incerto de Azeroth.

Os Paineis What's Next Panel e World of Warcraft – Gameplay and Systems Deep Dive podem ter acabado, mas trazemos tudo que você pode ter perdido. 

Durante o painel World of Warcraft – What’s Next na BlizzCon, o diretor criativo Alex Afrasiabi e o diretor do jogo Ion Hazzikostas se aprofundaram no mundo, na história e nos recursos que chegarão no próximo capítulo da saga de World of Warcraft: Battle for Azeroth. 

Descubra o que espera por você na costa de Kul Tiraz e Zandalar, prepare-se para a batalha nas Expedições às Ilhas e nas grandes áreas de JxA dos Fronts de Guerra, e descubra o que os campeões da Horda e da Aliança vão encarar na próxima guerra.

Delineando a batalha

Azeroth pagou muito caro para acabar com a cruzada apocalíptica da Legião. Agora, as feridas do mundo começam a cicatrizar, mas a antiga inimizade entre a Aliança e a Horda retorna com toda a força.

Conforme as tensões se transformam em guerra aberta, a Horda luta desesperadamente para manter o controle de Lordaeron e guardar sua posição nos Reinos do Leste, um confronto épico que servirá para apresentar os jogadores à expansão. Do outro lado do Grande Oceano, Teldrassil, o lar dos elfos noturnos, foi reduzida a cinzas, cimentando o domínio da Horda sobre Kalimdor. Esses eventos deram início à guerra que dominará toda Azeroth.

Para acabar com o impasse e garantir a vitória final, a Horda e a Aliança buscarão novos aliados para defender sua facção, sua família e seu lar. Além disso, as duas terão que lutar por terras e recursos para garantir a sobrevivência da facção. 

Explore dois continentes novos

Para fortalecer suas tropas, os heróis da Horda adentrarão Zandalar, para buscar ajuda dos trolls zandalari e persuadi-los a levar seu poderio naval aos esforços de guerra. Enquanto isso, a Aliança se voltará para o reino naval de Kul Tiraz, lar de Jaina Proudmore, na esperança de convencê-los a lutar ao seu lado.

Mas essas áreas têm seus próprios problemas também. Forças sinistras agem contra o povo de Kul Tiraz, enquanto os trolls zandalari tentam conter uma rebelião e repelir os invasores de seus pântanos. Para termos qualquer esperança de contar com a ajuda dos kultirenos ou dos zandalari, vamos ter que extirpar essas ameaças.

Heróis das duas facções subirão de nível até o novo limite de 120 em seu próprio continente, cada um dos quais é composto por três áreas distintas. 

Aliança – Kul Tiraz

Se você for da Aliança, poderá se aventurar pelo reino naval de Kul Tiraz e descobrir uma trama de traições e magia negra. Kul Tiraz é dominada por quatro casas principais, que incluem a Casa Proudmore no Estreito Tiragarde, a Casa Capelo em Drustvar e a Casa da Canção da Tempestade no Vale da Canção da Tempestade.

Horda—Zandalar

Zandalar é o coração do império troll e é conhecida como o berço da vida em Azeroth. Os trolls estão entre os seres mais antigos do planeta — sua presença precede a chegada dos titãs. Há três territórios principais em Zandalar: a selva verdejante de Zuldazar, o pântano úmido de Nazmir e o deserto calcinado de Vol’dun.

Conforme você progredir pela história da sua facção, seu objetivo final será convencer esses aliados em potencial a se unirem à sua causa, mas isso não significa que seus esforços serão concentrados só no seu continente. Há um contexto maior a considerar: um mundo em guerra. 

A exemplo da Campanha da Ordem de Classe em Legion, haverá um vasto arco da história da Campanha de Guerra que ligará os jogadores à batalha entre Horda e Aliança. À medida que for ganhando níveis, você também impulsionará a Campanha de Guerra, que começará levando você às terras da facção adversária para começar a montar a infraestrutura
do avanço no território inimigo. Essas cabeças de ponte serão as bases da sua experiência de pós-jogo quando as áreas da outra facção se abrirem para você no nível máximo. No nível 120, você também poderá desbloquear novas Missões Mundiais e Emissários nos dois continentes novos.

Os heróis de Azeroth

Ao explorar as novas terras, você também participará das tramas de alguns dos heróis mais lendários de Azeroth, líderes da Horda e da Aliança, como Jaina Proudmore, Thrall, Rei Anduin Wrynn e a Chefe Guerreira Sylvana Correventos. 

Há também mais uma lenda que não terminamos de contar: os jogadores da Horda, durante sua jornada por Zandalar e sua comunhão com os espíritos Loa ancestrais dos trolls, poderão descobrir novos fatos sobre o destino de Vol’jin, o chefe guerreiro caído da Horda. 

Raças Aliadas

Com as linhas marcantes traçadas entre Horda no oeste e Aliança no leste, as duas facções buscarão o auxílio de novos aliados, incluindo alguns amigos que já encontraram antes.

Como um campeão da Horda ou da Aliança, você poderá jogar uma série de missões para trazer novas Raças Aliadas para a sua facção. Depois que tiver assegurado a lealdade de uma raça à sua facção, você destravará a capacidade de criar novos personagens dessa raça, com novas habilidades raciais e uma variedade de opções de personalização.

Horde

Aliança

Filhos da Noite

Elfos Caóticos

Taurens de Alta Montanha

Draeneis Forjados a Luz

Trolls Zandala

Anões Ferro Negro

Uma vez desbloqueados, os jogadores poderão começar a jogar com a nova Raça Aliada a partir do nível 20. Como acontece com outras raças, depois que você desbloquear uma Raça Aliada, poderá usar uma Mudança de Raça ou Upgrade de Personagem no seu novo personagem. Entretanto, quem empreender a experiência de subir de nível completa (desde o nível 20) ganhará um conjunto de Armadura de Tradição cosmético para a nova raça.

Essas seis novas Raças Aliadas são só o começo, e esse é um sistema que estabelece as bases para outras novidades no futuro.

Melhorias no crescimento de personagem

Se você quiser desenvolver um personagem de uma nova Raça Aliada, ou até mesmo se só quiser jogar algo novo, saiba que estamos fazendo algumas melhorias na experiência de progressão de nível que lhe permitirão explorar melhor os conflitos e histórias nas zonas intermediárias do jogo. Aproveitando o sistema de autoajuste de níveis de Legion, vamos expandir os intervalos de níveis de cada zona na Azeroth clássica (e além). Isso significa que você poderá formar grupos com amigos e aliados de níveis mais díspares, ao mesmo tempo que poderá passar mais tempo nas suas áreas preferidas. Cada uma dessas zonas autoajustáveis comportará uma vasta gama de níveis.

Numa escala ainda maior, queremos que os jogadores tenham a liberdade de escolher entre o conteúdo de expansões diferentes enquanto progridem de nível. Então, por exemplo, tanto Terralém quanto Nortúndria poderão se ajustar dos níveis 60 a 80, permitindo que um jogador progrida exclusivamente no conteúdo de uma expansão ou, se preferir, fique alternando entre as duas.

Também vamos modificar as recompensas recebidas de missões e masmorras para que se ajustem da mesma forma que as próprias zonas. Nossa meta é criar uma experiência flexível por todo o mundo de Azeroth para que a escolha de como será a experiência seja sua.

Queremos colocar essas melhorias nas suas mãos assim que possível, então você começará a ver os estágios iniciais dessas mudanças em algumas semanas, quando o Patch 7.3.5 chegar ao Reino de Teste Público.

O Coração de Azeroth

Na esteira do ataque da Legião a Azeroth, o mundo está à beira do abismo. Enquanto Horda e Aliança lutam, a própria essência de Azeroth está sangrando. Você terá que não só defender sua facção, mas também proteger a própria Azeroth.

No começo de Battle for Azeroth, Magni Barbabronze lhe entregará um poderoso artefato para você usar no pescoço por toda a jornada: o Coração de Azeroth, que representa as esperanças e sonhos do mundo.

No decorrer da expansão, você encontrará Azerita, um novo recurso incrível que apareceu no rastro do fim da Legião. Conforme você for coletando a substância, você a usará para potencializar o Coração de Azeroth. Ao contrário as armas-artefato que os heróis brandiram em Legion, o Coração de Azeroth não é um item que você personalizará: ele servirá como a fonte de poder que desperta propriedades latentes de algumas das peças de armadura que você vai vestir nas suas aventuras.

Por falar em equipamento, também vamos “espremer” os atributos mais uma vez, como fizemos em Warlords of Draenor, para trazer os números de vida e dano dos jogadores de volta a valores mais compreensíveis sem afetar a eficácia real dos jogadores contra os inimigos ao seu redor

Expedições às Ilhas

O Grande Oceano está cheio de ilhas inexploradas, e Battle for Azeroth mandará você numa grande variedade delas num esforço de localizar os recursos necessários para a guerra entre Horda e Aliança. As novas Expedições às Ilhas são uma experiência cooperativa para 3 jogadores baseada na exploração e em conflitos de pequena escala, em ambientes muito variados. Cada vez que partir numa Expedição às Ilhas, você buscará uma variedade de objetivos e enfrentará “PNJs Avançados”, que competirão com você pelos recursos. Se quiser participar de JxJ, esta será uma oportunidade também.

Fronts de Guerra

Enquanto as Expedições às Ilhas oferecem conflito em pequena escala, os Fronts de Guerra cooperativos (JxA) representam a guerra em grande escala no front doméstico enquanto membros de cada facção lutam pelo controle de pontos críticos para o esforço de guerra.

Ancorado nas origens de estratégia em tempo real (RTS) de Warcraft, você joga no papel de um tenente liderando o ataque no campo de uma imensa batalha. Junto com 19 jogadores aliados, você criará um posto avançado, garantirá recursos, montará linhas de suprimentos e treinará tropas para forçar um assalto e derrotar uma fortaleza inimiga. Ao contrário de Warcraft III, você participará do confronto em primeira pessoa, em vez de comandar de uma perspectiva afastada, ficando nas linhas de frente de uma experiência JxA em larga escala para 20 jogadores.

Atualizações JxJ

Ainda que haja muitas experiências JxA novas em Battle for Azeroth, também trouxemos algumas atualizações JxJ para empolgar os jogadores.

Num novo Campo de Batalha, a Costa Fervilhante, jogadores da Horda e Aliança invadirão Silithos para lutar pela Azerita que borbulha até a superfície. Esse Campo de Batalha oferecerá jogabilidade de pontos de controle dinâmicos semelhante à Bacia Arathi, mas com novos pontos de controle aparecendo periodicamente conforme os recursos forem se esgotando. Ele exigirá coordenação para você e sua equipe superarem a facção adversária. Como ele serve para contar parte da história que leva aos eventos de Battle for Azeroth, também planejamos oferecer uma prévia da Costa Fervilhante durante o patch 7.3.5 enquanto exploramos o recrudescimento do confronto entre Horda e Aliança na nova expansão.

Além do JxJ em instâncias, também estamos reexaminando como o JxJ ocorre no mundo aberto. O sistema de JxJ não mudou fundamentalmente desde o lançamento de World of Warcraft, mas muitos outros sistemas que definem o mundo, das montarias voadoras às zonas entre reinos, alteraram a forma como os jogadores interagem. Ouvimos os comentários lamentando o declínio do JxJ mundial ao longo dos anos. Por outro lado, há jogadores nos servidores JxJ que não necessariamente curtem essa jogabilidade, mas também não querem trocar de servidor e deixar os amigos para trás. Com Battle for Azeroth, temos uma excelente oportunidade de atualizar o sistema JxJ para que ele represente melhor o estado do mundo de jogo hoje.

A essência do nosso plano é fazer todos os servidores seguirem um único conjunto de regras JxJ. Individualmente, os jogadores vão poder optar ou não pela jogabilidade JxJ. Enquanto estiver numa capital, você poderá optar pelo JxJ mundial para se aventurar numa versão do mundo com JxJ ativado, habitado por outros jogadores que também escolheram a jogabilidade JxJ. Isso também oferece uma base universal sobre a qual poderemos construir novos sistemas de JxJ mundial que antes teriam excluído todo mundo que jogava num reino JxA.

Para aqueles que optarem pela experiência JxJ, haverá alguns bônus pequenos, como ganho extra de experiência ou reputação, para compensar o risco maior. A natureza e magnitude desses bônus passarão por calibragem, com a meta de não fazer ninguém se sentir obrigado a participar de JxJ se não gostar dessa jogabilidade e, ao mesmo tempo, equilibrar a perda de eficiência para quem gostar.

Novas masmorras

Battle for Azeroth trará 10 masmorras novas. Assim como acontece com as zonas, cada facção fará a progressão de níveis no seu próprio conjunto de quatro masmorras, e o resto será desbloqueado para todos os jogadores no nível 120.

Estas são as novas masmorras:

Aliança

Forte Liberdade – Localizado no Estreito Tiragarde, o Forte Liberdade está cheio de bandidos, ladrões e outros habitantes do submundo. 
Mansão Capelo – Localizada em Drustvar, a Mansão Capelo era o lar ancestral de uma das famílias mais poderosas de Kul Tiraz.
Tol Dagor – Essa ilha-prisão fica perto da costa de Kul Tiraz.
Capela da Tempestade – Localizada no Vale da Canção da Tempestade, os sacerdotes do mar abençoam naus recém-construídas antes de elas zarparem.
O Cerco de Boralus – Como a masmorra do Pátio das Estrelas, esta será uma masmorra de nível máximo no cenário urbano de Boralus, capital de Tiragarde.

Horde

Atal’Dazar – Localizada em Zandalar, aninhada nas montanhas de Zuldazar, Atal’Dazaris é o local de repouso ancestral dos reis zandalari e o lar de uma seita de trolls envolvida em rituais sombrios — além de dinossauros, mortos-vivos e dinossauros mortos-vivos.
Templo de Sethraliss – Localizado em Vol’dun, este templo é um local sagrado para Sethrak, um povo serpentino.
A Terra Podre – Localizada em Nazmir, esta masmorra subterrânea é uma fonte primária de corrupção em Zandalar.
Repouso do Rei – Localizada em Atal’Dazar, esta é a tumba de reis ancestrais postos para repousar.
Kezan – Esta masmorra de nível máximo fica um pouco mais afastada de Kul Tiraz e Zandalar. Os goblins ouviram falar na Azerita e do valor dela, e começaram a escavar em Azeroth para encontrar mais. Os jogadores voltarão a Kezan depois de anos de abandono e verão como ela mudou.

Com o sucesso das Pedras-chaves de Masmorras Míticas, continuaremos a oferecer suporte e aprimorar esse sistema também.

Novo raide

Projetada pelos titãs como uma instalação de quarentena usada para analisar e dissecar seus inimigos milenares, os Deuses Antigos, esta grande pirâmide se ergue ameaçadoramente sobre Zandalar. Porém, como quase tudo que envolve os Deuses Antigos, alguma coisa deu muito, mas muito errado.

Teremos mais detalhes desse primeiro raide de 8 chefes mais adiante.

E, antes de nos despedirmos, é melhor você ficar de olhos abertos atrás da Rainha Azshara. O mar, afinal, é território dela.


O palco está montado para a guerra que vai determinar o destino do mundo — prepare-se para Battle for Azeroth!

Durante o painel Gameplay and Systems Deep Dive de World of Warcraft, os designers de jogo Jeremy Feasel, Russell Peterson e Matt Goss subiram ao palco para mostrar aos jogadores os novos sistemas que chegarão na nova expansão, Battle for Azeroth. Nesse painel que se seguiu ao World of Warcraft – What’s Next, a equipe explicou com detalhes as Expedições às Ilhas o Coração de Azeroth e os Fronts de Guerra, além de revelar os planos para os novos recursos sociais.

Expedições às Ilhas

A guerra entre a Horda e a Aliança irromperá em vários fronts, e as Expedições às Ilhas representam batalhas em pequena escala que acontecerão entre as facções nas inúmeras ilhas do Grande Oceano.

Nas Expedições às Ilhas, os jogadores embarcarão em uma aventura de 3 jogadores independente de função, explorando várias ilhas desconhecidas, superando desafios e obstáculos e obtendo recursos poderosos para sustentar os esforços de guerra em seu lar.

O cerne das Expedições às Ilhas é a rejogabilidade dinâmica. Inimigos, aliados, ameaças do ambiente, recompensas e eventos mudam a cada visita, desafiando os jogadores a se adaptarem e superá-los enquanto exploram essas ilhas misteriosas.

Além das criaturas que ocupam a ilha, sua equipe de 3 jogadores também precisará enfrentar as forças da facção oposta, na forma de “PNJs avançados” que se comportam de forma diferente dos monstros e inimigos encontrados no mundo. Esses rivais proporcionam um desafio diferente, pois usam táticas e estratégias para proteger objetivos centrais do mapa. Podem até surpreender com comportamentos mais imprevisíveis, pois têm mais personalidade do que um Degolador Défias qualquer.

Coração de Azeroth

No início de Battle for Azeroth, Magni Barbabronze confiará a você um artefato poderoso: o Coração de Azeroth, um medalhão que você usará no pescoço durante a jornada. Conforme explora as novas áreas da expansão, você encontrará Azerita, um novo recurso incrível que é a fonte da vida do nosso mundo. Como dono desse amuleto especial, você poderá empregar sua essência para potencializar o Coração de Azeroth. 

Diferente das armas-artefato, o Coração de Azeroth não é o foco da personalização. Ele servirá como condutor para que você potencialize outras peças de equipamento que conquistará durante suas aventuras, desbloqueando uma série de opções de personalização do equipamento. Só uns poucos espaços poderão ser despertados pelo poder da Azerita e do Coração de Azeroth. No nosso design atual, os espaços são o da cabeça, do peitoral e dos ombros. 

*Em desenvolvimento. Este não é o design final.

Apesar da interface e outros aspectos do sistema ainda estarem em desenvolvimento, o funcionamento básico do sistema é este:

Qualquer peça de equipamento que puder ser potencializada pelo Coração de Azeroth terá um layout de quatro anéis semelhante. À medida que você aumenta o nível do Coração de Azeroth, os anéis são desbloqueados progressivamente, e você poderá selecionar um poder para cada. Conforme os jogadores escolhem habilidades para ativar, os anéis se alinham e travam as escolhas.

Você poderá ativar seu primeiro poder no anel externo imediatamente, mas os poderes mais próximos do centro do disco precisarão de um ranque maior do Coração de Azeroth. Esses requisitos aumentarão conforme você adquirir itens mais avançados. Por exemplo, uma veste que você encontrar ao subir de nível em Zuldazar pode ser completamente ativada quando seu Coração de Azeroth estiver no nível 10, enquanto um item de raide pode levar 20 ranques para ser completamente desbloqueado. Com várias peças de armadura para potencializar, é provável que você desbloqueie acesso a um novo nível em um dos seus itens equipados quase toda vez que seu Coração de Azeroth ganhar um novo ranque.

Vamos usar uma abordagem de “criação manual” no layout de cada um dos níveis de especialização dessas armaduras. Isso significa que cada item nomeado terá uma combinação fixa e específica de poderes. Portanto, se você estiver querendo ganhar um poder específico, saberá quais itens terá que procurar. 

Há alguns objetivos que queremos alcançar com esse sistema.

Primeiro, queremos permitir que os jogadores personalizem os itens para que se encaixem em seu estilo de jogo, tomando decisões entre alternativas comparáveis, mas que oferecem escolhas instigantes. Por exemplo, um nível pode dar a um causador de dano uma escolha entre aprimoramentos de várias habilidades centrais, enquanto outro pode permitir que um Paladino configure um item para ser particularmente eficiente para servir de tanque, curar ou causar dano. Em todos esses casos, queremos garantir que exista pelo menos uma opção disponível para ajudar você, qualquer que seja a sua especialização. Assim, se você souber que vai trocar de função com frequência, será possível manter uma certa flexibilidade.

Nós também queremos dar algumas opções que proporcionem mais utilidade aos jogadores, como aumento de velocidade de corrida, aumento de regeneração de vida e redução de recarga de habilidades defensivas. Essas opções serão apresentadas no mesmo anel para que você não precise escolher entre um poder de utilidade e uma melhoria a uma habilidade central. Esses poderes criam maneiras diferentes de pensar a interação com o jogo, e estamos ansiosos para introduzir novas opções.

Nós ainda estamos no processo de desenvolvimento desse sistema. Daremos mais informações sobre o Coração de Azeroth no decorrer do desenvolvimento, e estamos ansiosos para colocá-lo nas mão dos jogadores e ouvir as impressões deles.

Um retorno às raízes de Warcraft nos Fronts de Guerra

Teldrassil está em chamas. A Cidade Baixa está sitiada. As tensões que se acumularam por tanto tempo entre as facções eclodiram em uma guerra mundial.

No coração de Warcraft há o eterno conflito entre a Horda e a Aliança, e Battle for Azeroth o põe em primeiro plano, conforme os heróis buscam novos aliados e correm o mundo em busca de recursos para proteger seu lar. 

Enquanto as Expedições às Ilhas representam pequenas escaramuças que irrompem por todo o mundo, o Front de Guerra representa uma batalha de grandes proporções para controlar locais-chave. Inspirado nas raízes de estratégia em tempo real da série Warcraft, o Front de Guerra coloca você e mais 19 campeões da sua facção contra uma força poderosa da facção inimiga em uma experiência cooperativa (JxA) de 20 jogadores. 

Os jogadores que participarem do Front de Guerra construirão suas bases desde o início, pesquisarão melhorias, comandarão tropas para dominar territórios e conduzirão os aliados à vitória. Vocês enfrentarão comandantes inimigos diferentes, pesquisarão novas tecnologias de guerra e entrarão em combate direto no campo de batalha ao lado dos aliados.

Vamos dar uma olhada em Stromgarde, ainda em desenvolvimento:

Front de Guerra – Stromgarde

Localizada no Planalto Arathi, Stromgarde é um dos locais-chave na luta para controlar os Reinos do Leste.

Para a Aliança, Stromgarde fica em uma posição defensiva fundamental. Depois da batalha por Lordaeron, a ameaça da Horda ainda paira pelos Reinos do Leste. Dominar Stromgarde será essencial para manter a agressividade da Horda sob controle.

Para a Horda, dominar Stromgarde prepararia o terreno para um ataque ao coração dos Reinos do Leste e serviria de ponto inicial para uma campanha contra o reino worgen de Guilnéas. O local também é essencial para a defesa da capital dos elfos sangrentos, a Cidade de Luaprata, no norte.

Novos recursos sociais

Vamos fazer melhorias na experiência de jogo em grupo de WoW, além de expandir nosso suporte a estruturas sociais maiores. Embora as guildas continuarem sendo a base da comunidade de World of Warcraft, também queremos oferecer outras opções ade comunicação e organização que reflitam melhor a natureza fluida de como as pessoa interagem com o jogo e umas com as outras. 

Para começar, nós vamos integrar o Bate-papo com Voz da Blizzard a World of Warcraft. Você poderá participar do bate-papo com voz no seu grupo ou raide e ver quem está falando diretamente na interface do jogo.Se você estava querendo aproveitar os benefícios do bate-papo com voz para coordenar seus grupos de Pedra-chave Mítica ou de Arena, mas não estava disposto a passar pelas dificuldades de baixar e configurar aplicativos de terceiros, isso vai deixar o bate-papo mais fácil do que nunca.

Também vamos introduzir um novo tipo de grupo social: Comunidades. Assim como as guildas, as Comunidades têm uma lista de membros e oferecem acesso a um canal de bate-papo, um calendário de eventos compartilhado e à funcionalidade de Fila Rápida. Diferente das guildas, as Comunidades não têm um banco compartilhado, tabardo ou sistema de conquistas, mas são abertas a membros de outros reinos e um jogador pode participar de várias Comunidades ao mesmo tempo.

As Comunidades também se beneficiarão da integração do bate-papo com voz e permitirão o uso de canais separados para debates. Nós queremos tornar mais fácil para você manter contato e coordenar suas atividades em WoW. Tanto as guildas quando as comunidades receberão melhorias como a integração de voz, convites de calendário automáticos e histórico de bate-papo persistente.


Esperamos que vocês tenham gostado desta visão geral de alguns dos recursos que chegarão na expansão Battle for Azeroth. Fiquem ligados para mais cobertura da BlizzCon e mais notícias sobre a próxima expansão de World of Warcraft.

World of Warcraft Classic

É com muito prazer que anunciamos o desenvolvimento da opção “servidor clássico” para World of Warcraft. Teremos mais informações para compartilhar no futuro. 

Pelúcia da mascote de caridade

Conheça Sombra, a Raposa, uma versão de pelúcia da mascote de caridade do jogo que começará a ser vendida no fim do mês. O dinheiro das vendas será revertido para a Cruz Vermelha Americana de Resposta a Desastres e o Fundo Emergencial de Resposta a Desastres da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV/CV).

Horda ou Aliança? Visite World of Warcraft: Battle for Azeroth e faça sua escolha!
...

Assista ao Campeonato Mundial de Arena de World of Warcraft

Aproveite dois dias de e-sports com qualidade internacional em BlizzCon.com, Twitch e MLG.com. Acesse os links no post sobre e-sports na BlizzCon para ver gratuitamente o Campeonato Mundial de Arena de World of Warcraft. Cobertura em vários idiomas para você não perder nada! Começa dia 3 de novembro, às 17h (horário de Brasília).

...

Participe da BlizzCon® 2017 com o Ingresso Virtual Novembro 3–4

A BlizzCon® 2017 acontece nos dias 3 e 4 de novembro. Participe da festa com o Ingresso Virtual da BlizzCon 2017 — já à venda na Loja Blizzard! Com o Ingresso Virtual da BlizzCon 2017, você desbloqueará o acesso a vários recursos. Este ano, os heróis de Azeroth podem exibir seu espírito da BlizzCon em World of Warcraft com a montaria Persegue-céus de Ventobravo (para a Aliança) e a Interceptador de Orgrimmar (para a Horda) — já disponíveis no jogo!

O leilão beneficente da BlizzCon® 2017 já começou!

Vamos leiloar várias obras originais de artistas talentosos da Blizzard, incluindo algumas peças clássicas de World of Warcraft, em benefício do Hospital das crianças do condado de Orange no leilão beneficente da Blizzard 2017. Acesse o site agora para ver todas as peças e dar seu lance! Saiba mais.

Leve a Rainha Banshee para casa hoje mesmo!

Conhecida por muitos nomes — General-patrulheira, Rainha Banshee, Chefe Guerreira —, você pode chamar essa nova escultura colecionável de Sylvana Correventos de sua. Saiba mais no nosso anúncio ou vá à Gear Store da Blizzard para garantir a sua!

Carregando Comentários...

Um erro ocorreu durante o carregamento.