Sylvana Correventos

Chefe Guerreira da Horda

Sylvana Correventos é uma das figuras mais controversas da Horda, uma líder misteriosa que inspira medo e admiração nos que lutam ao lado dela.

No passado, Sylvana já foi a general-patrulheira de Luaprata, uma comandante encarregada de defender o reino dos elfos de Quel'thalas. Sua habilidade de liderança foi posta à prova quando o Lich Rei e seu Flagelo de mortos-vivos atacaram a nação. Apesar de lutar bravamente, Sylvana foi abatida pelos invasores profanos. Arthas Menethil, o cavaleiro da morte do Flagelo, arrancou a alma da general-patrulheira e a transformou em uma banshee, um fantasma vingativo forçado a servir o Lich Rei.

Um ano mais tarde, Sylvana recuperou sua liberdade. Ela foi acompanhada por muitos mortos-vivos que se libertaram do controle do Lich Rei. Sylvana batizou esse grupo de Renegados e se proclamou rainha banshee. Para garantir um futuro para seus seguidores, Sylvana se juntou à Horda. Ela e seus Renegados acabaram por marchar ao lado dos novos aliados na invasão de Nortúndria e ajudaram a derrotar o Lich Rei, saciando sua sede de vingança.

Sylvana continuou a proteger os Renegados de todo e qualquer perigo, em Azeroth e pelo universo afora. Após herdar o manto de chefe guerreira de Vol’jin, que estava à beira da morte, ela conseguiu reunir a Horda a fim de derrotar a Legião nas Ilhas Partidas e em Argus.

A descoberta de um minério misterioso chamado azerita em Silithus levou Sylvana a trilhar mais uma vez a estrada da guerra. Determinada a impedir que a Aliança tomasse controle dessa substância poderosa, a chefe guerreira atacou primeiro, liderando a investida da Horda contra Darnassus e desferindo um golpe brutal nos rivais para não deixar dúvidas quanto ao que estava em jogo.

Outros personagens
Conteúdo relacionado
Horda

"Aqueles que não estão ao lado dos Renegados, estão contra eles. E aqueles que estão contra os Renegados não existirão por muito tempo."

Dados do personagem
Feminino
Sexo
Morta-viva
Raça
Ilhas Partidas
Local