Marés da Vingança
Lançada em dezembro de 2018 | Atualização de conteúdo de World of Warcraft

A Lorde-almirante Jaina Proudmore liderou as forças da Aliança num ousado cerco da pirâmide dourada de Dazar’alor. Eles incapacitaram a maior parte da frota Zandalari com explosivos clandestinos e distraíram os exércitos da Horda nos pântanos de Nazmir. Quando os campeões da Horda descobriram essas jogadas, a Aliança já tinha alcançado os degraus de Dazar’alor. O soberano de Zandalar, o Rei Rastakhan, preferiu lutar até a morte a entregar o reino ancestral. Ainda que o ataque tenha sido um golpe duro contra os Zandalari, a Aliança foi forçada a bater em retirada quando a Horda retomou a cidade e feriu mortalmente o Grão-faz-tudo Mekkatorque.

Determinada a dar a volta por cima nesta guerra, a Chefe Guerreira Sylvana Correventos tramou uma forma de minar a Aliança por dentro. Ela revelou um plano de adulterar a mente de Derek Proudmore — o irmão que Jaina perdera havia tantos anos — e usá-lo de arma contra a própria família. Baine Casco Sangrento decidiu impedir o desenrolar desse plano diabólico, então libertou Derek e o devolveu a Jaina. Quando esse ato de desobediência foi descoberto, o chefe tauren foi preso por traição.

Enquanto isso, nagas invasoras atacaram a costa de Kul Tiraz e Zandalar em números cada vez maiores. O enfrentamento a esses ataques levou os campeões de Azeroth a redescobrir um artefato perdido: Xal’atath, a Lâmina do Império Negro. Os sussurros enlouquecedores da adaga atraíram um grupo de heróis para o Caldeirão das Tempestades, onde forças das trevas se reuniam para despertar o deus antigo N’Zoth, aprisionado há gerações. Ainda que a ameaça aparente estar sob controle, os incontáveis servos de N’Zoth não descansarão enquanto o mestre não despertar outra vez.

Mais conteúdo
Trailer de Marés da Vingança